quarta-feira, 1 de julho de 2009

Um brasileiro em Bagkok
Frederico Rodrigues de Oliveira, o Fred.

Mini-biografia
Fred* nasceu no Rio de Janeiro e iniciou a sua carreira no Flamengo onde chegou indicado para testes e passou pela famosa peneira, para construir uma trajetória de sucesso no rubro-negro.
Foi campeão de aspirantes em 1970. Bi-Campeão da Taça Guanabara em 72/73; campeão carioca de 1972 e campeão Pré Olímpico Sul Americano em 1971 pela Seleção Brasileira.
Jogou em vários clubes entre eles o Botafogo do Rio e o Espinho de Portugal.
Encerrou a carreira aos 30 anos, mas costuma brincar dizendo que ainda não parou de jogar.
Seu maior ídolo é o seu pai Marinho*. Paulo César Caju é seu irmão.
Fez muitos amigos e mantém contacto sempre que possível.
Cita Pelé, Tostão, Rivelino, Jairzinho e Euzébio como os melhores jogadores contra quem atuou. Zico, Paulo César Caju, Falcão, Geraldo, Pintinho, Acilino, Valdir (goleiro- só pra puxar o saco) e Aluisio os melhores com quem jogou a favor.
O Volta Redonda é hoje o seu time de coração e diz que lá fez uma família.
Técnico de futebol formado, dedica-se hoje a projetos esportivos, e sua mensagem para aqueles que estão iniciando como jogador de futebol é:
“Que jogue com prazer”.

*Notas: Marinho Oliveira, famoso zagueiro do Botafogo e Flamengo nos anos 40 e 50. Fred também esteve nas Olimpíadas de Munique em 1972.

Fred está na Tailândia
Fred está em Bangkok com o ex-jogador Carlos Roberto que cuida da base da seleção masculina sub-16 e é manager do time, 1º colocado no campeonato tailandês.
Fred é o técnico da seleção feminina, juntamente com o fisiologista e preparador físico Rafael (ex-América e Madureira) e vai disputar as eliminatórias da Copa da Ásia nos dias 4 de julho no Uzbekistan e 8 de julho no Iran.
Fred conta também o povo é muito alegre, a comida apimentada demais e que eles estão no ano 2552. A cidade é como São Paulo e os engarrafamentos quilométricos.
A maioria é budista, mas tem muitos muçulmanos. Falam o Thai e o alfabeto tem 54 letras.
Está gostando muito e diz que o ambiente é ótimo. Observa que o seu time tem uma baixa estatura e por isso usará uma tática bastante ofensiva. E aposta que vai dar certo.
Boa sorte, meu irmão Frederico.
(Bangkok, 26 de junho de 2009 - por e-mail)


Foto da abertura do post: Fred (capitão do Volta Redonda), Almirante Heleno Nunes, Nelson Gonçalves, Flávio Costa. Dia do Trabalho, 1 de maio de 1976.
Foto do time do Voltaço: Aloísio, Paulão, Fred, Fernando, Zé Maria e Valdir; Jorge Cuica, Mauro, Acilino, Ademir e Paulo César; massagista Chico. Maracanã, 1976.

3 comentários:

Adalberto Day disse...

Valdir
Só você para nos brindar e e voltar a lembrar do FRED. Eu já havia até esquecido, ainda bem que ele está bem e junto com o Carlos Roberto.
Um abraço
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história.

Iata Anderson disse...

AMIGO VALDIR

MUITO BOA ESSA HISTORINHA DO FRED, MEU AMIGO DE INFÂNCIA, LÁ NO LEBLON.
RECEBI ESSAS FOTOS, NA TAILANDIA.
GOSTEI DE VER O TIME DO V. REDONDA, COM AMIGOS COMO JORGE CUICA, MAURINHO, ESPANTA NENEM, ACILINO, ZÉ MARIA,
ALOISIO, hoje advogado, o famoso Canelinha. Muito bom rever essa turma.

Grande abraço
Iata

Norn de Faria Chaves disse...

FICO FELIZ EM SABER QUE MEU AMIGO FRED DO LEBLON E QUE ESTUDAMOS JUNTOS NO COLÉGIO FONTAINHA, NO RIO DE JANEIRO , ESTA BEM E CONTINUA TRABALHANDO COM ESPORTE, PARABÉNS. Norn de Faria Chaves
morando atualmente em Santarém -Pa