sexta-feira, 17 de junho de 2011

Capitão Froner
Por Valdir Appel
O gaúcho de São Borja, RS, Carlos Benevenuto Froner, popularmente conhecido como Capitão Froner, foi um treinador vitorioso, que tinha muitos admiradores, entre eles o Felipão, que o chamava carinhosamente de Mestre.
Conquistou vários títulos, dirigindo equipes como o Grêmio, Joinville, Bahia, Vitória.
Era exigente e disciplinador como todo militar que se preza.
Froner sabia como poucos “extrair” dos seus comandados o melhor.
Tinha uma particular preocupação com o ponta Wolmir, apelidado de Massaroca, quando dirigiu o veloz ponta do Grêmio.
Wolmir era um emérito gozador e deixava Froner de cabelo em pé com as suas trapalhadas.
Em todos os jogos, Froner dedicava boa parte do seu tempo, chamando a atenção de Wolmir:
“Cruza Wolmir! Volta pra marcar Wolmir! Passa a bola Wolmir!”
Certo dia....
O Capitão Froner foi expulso. Deixou o banco de reservas, e fingiu descer os degraus do túnel de acesso aos vestiários. Agachou-se por ali e continuou esbravejando com Wolmir.
O ponta, pra não perder a oportunidade, aproximou-se do juiz da partida, como quem não quer nada, e denunciou:
“Seu juiz, o senhor expulsou o nosso técnico, né.”
“Então olha lá. Ele não foi embora não, tá escondido na boca do túnel.”
“Manda os meganhas levarem ele embora.”

Foto: Flamengo 1976: Froner é o segundo da direita para a esquerda.
Fonte: Milton Neves

2 comentários:

Gabriel Soares Zataro disse...

Olá

Primeira vez comentando aqui, mas eu sou um ávido leitor do seu blog e realmente gosto de seu trabalho, parabéns!

Posso sugerir que você adicionar um plugin para o seu site para torná-lo melhor para nós leitores? Eu vi isso lá no brasileirao.org e acho que seria realmente uma boa adição ao blog.

Refiro-me a isto: http://www.brasileirao.org/webmaster.html

É um bom resumo do time e acredito que faria o seu blog um pouco mais inteiro. Se eu pudesse obter todas essas informações apenas a partir do seu blog, eu não teria nenhuma razão para ir em qualquer outro lugar para isso.

De qualquer forma, eu sinto muito por ser um pouco chato! Parabéns novamente e mantenha o bom trabalho, nós agradecemos!

Adalberto Day disse...

Valdir
Froner, foi um belo capitão nos gramados. Um técnico gaúcho dos bons. Como você cita vitorioso.
Ele foi um dos tipos de técnico que admiro, exigente, disciplinador e amigo.
Então o Wolmir além de gozador era entregador...pega mal.
Muito boa essa postagem um texto excelente e merecedor ao nosso Carlos Froner.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história