terça-feira, 23 de dezembro de 2008

O goleiro acorrentado*
Por Roberto Vieira
O destino do futebol é o gol.
Como o destino do homem é a morte. O anzol.
Mas o homem ousa contra o destino desde o início dos tempos.
Agarrando-se à vida.
Agarrando-se à bola.
Donde, ninguém é mais humano que o goleiro.
Goleiro que se imagina Prometeu.
Trazendo o fogo dos deuses aos pares.
Acorrentado nas traves do Cáucaso de todos nós.
Mercê de defesas inimagináveis.
Refém de pecados e frangos originais.
O goleiro acorrentado é a síntese do ser humano na face da Terra.
Livre para sonhar com a glória dos céus.
Preso ao próprio corpo, mortal e infiel.
Alguém pergunta no anfiteatro:
"Pode um goleiro se libertar das correntes?"
Não.
Mas, como toda tragédia grega, esta também carrega uma excessão:
Excessão que se intitula Valdir Appel.
Appel que viveu nos gramados a sua existência acorrentada.
Semideus vagando pelas terras da Hélade Tupiniquim.
Personagem do poeta Hesíodo na floresta de chuteiras tropical.
Appel que descobriu um novo fogo. Uma nova liberdade.
Na palavra escrita.
Palavra que liberta o homem.
Palavra, outrora néctar dos deuses.
Palavra antiga escrava dos testamentos.
Palavra subtraída do destino e dos mandamentos.
Para ser amante dos homens.
Filha da memória.
Senhora dos anos que passam e nos levam os gritos nas arquibancadas.
Perplexos.
Sem nexo causal.
Exceto, a palavra.
Palavra que é a defesa impossível da vida.
A ponte no chute seco e fatal da eternidade.
Prometeu Appel traduziu a angústia do goleiro na hora do gol, no papel.
E o que é a angústia do goleiro na hora do gol,
senão a angústia do homem na hora do apito final?
Quando somos apenas nós, homens, e a infinitude do céu?

*O destino permitiu ao eu-menino, conhecer em 2007 e 2008 muitos dos seus ídolos: Um deles é o ex-goleiro e agora escritor Valdir Appel. Appel, o mito de Prometeu nas águas do futebol...
Roberto Vieira: http://oblogdoroberto.zip.net/

3 comentários:

Adalberto Day disse...

.Valdir
Valeu mais por mais essa participação.
Bela crônica goleiro acorrentado
Um abraço e bom Natal a todos

Iata disse...

AMIGO VALDIR

BELISSIMA E JUSTA HOMENAGEM. PARABÉNS

QUERO QUE O AMIGO TENHA UMA GRANDE NOITE DE NATAL, COM SAÚDE, PAZ E AMOR
PARA O PRÓXIMO ANO, TODAS AS VITÓRIAS POSSÍVEIS.

IATA

Anônimo disse...

Caraca Véio, que cronica hein, tú deve ter orgulho mesmo de ser o Valdir, essa cronica so fortalece o que penso de ti, parabéns Valdir, valeu pelo votos de felicidade, ah se Papao Noel me ouvisse, pediria a ele a nossa classificação na Copa do Brasil contra o Bahia ano que vem, tú vai torcer por nós né? avante Potiguar! e pra vc desejo um Natal e ano novo Danado de bom.
Genildo Oliveira/Mossoró RN